Servidores públicos de Ibicuitinga aguardam há 3(três) longos anos pelo pagamento de dezembro de 2016

Servidores públicos de Ibicuitinga aguardam há 3(três) longos anos pelo pagamento de dezembro de 2016
Foto reprodução TV JAGUAR

Quem trabalha para sustentar um casa e uma família sabe o quanto faz falta ficar um mês sem receber. As contas atrasam, falta comida, os juros chegam e tudo isso gera uma bola de neve nas finanças familiares. 

Essa é a realidade vivenciada pelos Servidores Públicos de Ibicuitinga que há 3 (três) longos anos esperam pelo pagamento do mês de dezembro de 2016 que ainda não foi realizado pela prefeitura.


Há três anos à frente da gestão municipal o prefeito Franzé Carneiro, que também é afamado por ser um rico empresário, vem demonstrando ser pouco, ou quase nada sensível, aos problemas envolvendo os Servidores Públicos. Prova disso, são os retroativos e reajustes não pagos, o grande débito junto ao IPREV Municipal e principalmente, a irresponsabilidade em não ter pago até essa data o mês de dezembro dos Servidores Municipais. 


Vários acordos foram feitos junto ao Ministério Público e ao SINDSEP mas até hoje, nada foi cumprido. A demonstração mais recente de desrespeito aos servidores de Ibicuitinga foi ontem, quando após ter estipulado novas datas e um novo parcelamento para começar a pagar o atrasado, os servidores mais uma vez ficaram sem receber e o pior, sem sequer uma resposta satisfatória da Administração. 
Há alguns servidores que foram à Prefeitura a equipe de RH se reservou apenas a informar que  estavam realizando pesquisas para saber se daria para pagar. 



O fato é que isso gera nos colaboradores um sentimento de revolta e de desvalorização. A falta de informação e a maneira irresponsável com a qual a equipe do Prefeito Franzé vem conduzindo o pagamento dos funcionários é de espantar.


A Prefeitura vive postando notas dizendo que salários em dia é compromisso da gestão, mas isso não passa de uma tentativa falha de enganar o povo, pois sabe-se que para falar em regularidade do pagamento de salários é preciso falar também do recolhimento previdenciário, o qual a gestão tenta a todo custo esconder, mas que sabe-se que a inadimplência junto ao IPREV, só nessa gestão já passa de R$ 1.500.000,00 (um milhão e meio de reais). Além disso, existe o salário dos servidores está há mais de 3 anos atrasados, o que coloca inúmeros pais e mães de família na inadimplência junto ao mercado municipal.


O pior de tudo, e que essa situação se dá apenas por descontrole ou desorganização do Administrador Municipal visto que as 4 parcelas que restam poderiam ser facilmente pagas se o mesmo deixasse de tirar diárias para ir para sua casa em Fortaleza, por exemplo, pois como já mencionado em outras matérias, só em diárias o Prefeito Franzé já recebeu mais de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais), valor suficiente para pagar uma parcela dos servidores em atraso.

 
Além desse fato, tem também o descontrole na contratação de funcionários temporários que se agigantou nos últimos meses, tendo em vista a proximidade do período eleitoral, o que mostra que o Prefeito começou a buscar as famílias que ele passou 3 anos evitando, e agora dá emprego a fim de se manter no poder. Estima-se que existam mais de 200 contratos temporários nos últimos meses na Prefeitura, o que gera um grande prejuízo à aqueles que lutaram para passar em um concurso.


Por fim, pedimos não só ao Prefeito mas a toda a sua equipe que se sensibilizem com a situação dos Servidores de Ibicuitinga e busquem realizar esse pagamento o quanto antes. Afinal, nem todo mundo é empresário ou recebe cinquenta mil reais em diárias para se manter.